6 dicas para acelerar a sua reparação muscular

6 dicas para acelerar a sua reparação muscular
8 de julho de 2016 admin

Time 4 6 dicas para acelerar a sua reparacao muscular

Ir para a academia é um processo essencial para quem quer desenvolver músculos. Porém, como você já deve saber, o exercício em si estimula o processo, mas é a reparação muscular a responsável pelo crescimento dos músculos. Quanto melhor e mais correta for a recuperação muscular, maiores serão os resultados dos seus treinos e de sua dieta.

Descansar o músculo também é importante por outro motivo: o músculo que não passou pelo processo de recuperação adequado apresenta fadiga e dores. Resumindo: se você não atentar para este processo, irá render menos do que o esperado em sua rotina de exercícios e poderá até mesmo desenvolver lesões a curto ou longo prazo. Então, preparamos 6 dicas para você ser campeão também neste aspecto, e você confere elas a seguir.

Alimente-se bem

A maior premissa no mundo do fitness e da musculação. Se você quer construir músculos, treine forte e leve a sua dieta muito a sério. Ela é a principal responsável por fornecer os nutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras, entre outros) para a reparação muscular, e consequentemente o aumento da massa magra. Alimente-se de maneira correta principalmente no pré e pós treino, e não deslize durante o resto do dia. Não se iluda: suplementação tem sua importância, mas não pode substituir a alimentação.

Tenha boas horas de sono

Durante o sono profundo, o organismo produz grande quantidades de hormônios importantes para a hipertrofia, além de literalmente descansar o músculo. Ainda, há um outro fator importante no sono: no momento em que se está dormindo, o sistema nervoso central descansa. Isto significa maior ânimo, humor e motivação, que se transformam em maiores cargas nos treinos e maior disposição para os exercícios.

Beba água

Além da importância da reparação muscular, você também sabe que mais da metade do nosso corpo (portante, os músculos) é constituído por água. Hidratar-se corretamente significa o organismo trabalhando de maneira mais efetiva, promovendo a eficiência nos processos metabólicos e na recuperação do músculo. É indicado que deve-se ingerir 2L de água diariamente, porém, por praticar exercícios físicos pesados, é natural que esta quantidade aumente.

Pratique exercícios leves

Ao praticar exercícios leves após, no mínimo, 12 horas da prática de exercícios pesados, estamos focando no relaxamento da musculatura e na reparação muscular, além de auxiliar o organismo a dissipar o ácido lático – substância responsável pela dor durante o exercício físico e a falha nas repetições – presente nos músculos que sofreram na academia. Por leve atividade física, entenda caminhadas, natação de leve intensidade, etc.

Massagem é uma ótima aliada

Ao lado do sono, esta dica é a mais agradável de realizar. A massagem promove a reparação muscular e também o relaxamento da mente. Atualmente, é fácil ter acesso aos profissionais da massagem, os massoterapeutas, e aproveitar esta opção.

Use a suplementação

Apesar de não substituir a refeição sólida, a suplementação é um grande aliado neste sentido. Afinal, não é sempre que conseguimos ingerir por meio dos alimentos todos os nutrientes necessários para a reparação muscular, e é aí que os suplementos com foco neste aspecto entram em ação. O mais conhecido deles é o BCAA, sigla para aminoácidos em cadeia ramificada. Eles ajudam na reparação do músculo, diminuem a dor muscular e encurtam o tempo de recuperação entre treinos.

Proteínas auxiliam na recuperação muscular

Você pode ir para a academia todos os dias e fazer o programa de treinos da maneira mais correta possível, mas se falhar nos processos da reparação muscular, praticamente todo o esforço pesado foi em vão. Consumir proteína antes do treino é extremamente importante. Ela vai ser uma ótima aliada durante e principalmente depois dos seus treinos. Uma boa combinação de proteína, fibras e maltodextrina é a fonte perfeita para obter os músculos desejados.

Por isso, foque nas dicas apresentadas acima, otimize este processo na sua rotina e construa músculos com mais rapidez e solidez sem agredir o organismo.

Dúvidas? Deixe o seu comentário neste post!

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*