O sono como aliado da atividade física

O sono como aliado da atividade física
3 de outubro de 2013 admin

Uma boa noite de sono – nem curta e nem exagerada – pode mudar totalmente o rumo de um dia. Estudos científicos comprovam que o sono é essencial para o combate às infecções, para o bom processamento do cérebro e armazenamento da memória. Já as pessoas que não dormem o suficiente sentem falta de energia para realizar as tarefas diárias, ficam irritadas ou deprimidas, com falta de concentração e apresentam maior frequência de doenças infecciosas, acidentes automobilísticos e ainda envelhecem mais rapidamente.

Ou seja, não dá pra vacilar! A noite de sono deve ser prioridade na agenda de todos. E principalmente para aqueles que praticam esportes. O exercício físico pode ser um grande aliado na melhora das condições do sono, a liberação de endorfinas, que acontece com a prática da ginástica, ajuda a combater a ansiedade, uma das principais causas da insônia.

Entretanto, para algumas pessoas, nem mesmo o esporte é capaz de regular o sono. O treino exagerado, assim como as modalidades competitivas, desgastam os músculos e liberam ácido lático, que provoca dores generalizadas e faz o efeito inverso: deixa a pessoa acordada. Se a atividade física for intensa, deve ser feita pelo menos quatro horas antes de se deitar. Caso contrário, sobra adrenalina e pregar os olhos fica difícil.

Quanto menos você dorme, maior é a tendência a engordar

A privação do sono, por diversos motivos, pode causar alterações na produção de dois hormônios-chave para o apetite: a leptina e a grelina. Um pequeno desequilíbrio neles e pronto! A pessoa já começa a comer demais chegando até a ficar obesa.

Essa privação também provoca sonolência crônica que pode levar a maiores problemas. Principalmente para aqueles que estão em dieta, com a quantidade de energia consumida diminuída e, devido a isso, um cansaço adicional. Nesses casos, a sonolência crônica só vai aumentar a perda de forças e causar ainda mais fome.

Poucas horas de sono ainda levam ao aumento do hormônio cortisol, do estresse, que implica irritabilidade, assim como promove o desenvolvimento de depressões.

A maioria das pessoas, com 7 horas de sono já sente ser o suficiente para que o dia renda de uma forma tranquila. E aqueles que praticam esportes precisam de pelo menos oito horas. Mas o ideal é que cada um encontre o seu tempo certo para o descanso. E, preferencialmente, fique entre 7 e 8 horas mesmo. Além disso, o ciclo do sono não deve ser quebrado para que se mantenha a qualidade, aumentando a porcentagem da informação armazenada e a capacidade de reter novas informações.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.